quinta-feira, 28 de abril de 2016

O que fazer em Londres.


Cheia de história, beleza, riqueza, estilo, realeza! Com tantas atrações e pontos turísticos incríveis, Londres, a capital inglesa, é tudo ao mesmo tempo: cidade grande e agitada, elegante, moderna, histórica e vibrante. Puro charme! Uma verdadeira metrópole internacional.
É uma cidade multicultural, essa é uma das razões pela qual as pessoas adoram esta cidade. Os turistas (como eu) veem Londres pela história, pela pompa real.
A chegada em Londres foi muito tranquila, principalmente porque eu estava acompanhada do meu namorado que falava inglês e morava em Sligo, na Irlanda. Fomos de Sligo para Dublin e de lá para Londres. Não passamos pela imigração, como meu visto para a Irlanda era de 90 dias, eles só conferiram minha foto, o visto e me liberaram.
Do aeroporto seguimos rumo à cidade, dá pra ir de metrô, mas pegamos o transfer (ônibus que liga o aeroporto à cidade). O trajeto demorou em torno de 1 hora, que passou bem rápido!
Seguimos para o hostel Palmers Lodge Hillspring onde já havíamos feito as reservas pela internet. Agradamos logo de cara, um hostel limpo e seguro, situado a apenas 10 minutos a pé da estação de metrô Willesden Green, com fácil acesso ao centro de Londres. A propriedade dispõe de WiFi gratuito. Além de poder desfrutar de um café da manhã continental gratuito que inclui croissants (amoo!), cereais, geleias, chás, café e sucos. Dentro do hostel se localiza um restaurante/bar o The Bike Shed que possui um deck de madeira, onde relaxávamos após um dia de passeio. Para mais informações sobre o hostel, acesse o perfil deles no booking.com: http://www.booking.com/hotel/gb/palmers-lodge-hillspring-willesden-green.

























Restaurante/bar  The Bike Shed (Hostel)

Área do estacionamento do hostel

Transporte em Londres

Na primeira ida ao metrô (ou tube, como eles chamam por lá), compramos um cartão para transporte, o Oyster. O que ajudou a economizar umas librinhas no transporte público (porque a passagem é mais barata para os usuários do cartão). Fizemos uma recarga para 3 dias por um valor de 18 libras, e o cartão custou 5 libras. O transporte costuma sair caro por lá e com esse crédito podemos andar de metrô, trem e ônibus, o que foi muito útil. Com isso você economiza seu precioso tempinho ;). E ah, guardei o meu com todo carinho:




Dia 1: Big Ben + London Eye 


Big Ben é o apelido dado ao sino que reside na torre do relógio do Palácio de Westminster. O nome oficial do sino é Great Bell, do relógio Great Clock e o da torre onde eles residem, Elizabeth Tower. Oficialmente o ícone mais famoso de Londres chama se Elizabeth Tower, porém o apelido foi tão difundido, que a maioria se refere à torre inteira como Big Ben. Ao sairmos do metrô fomos recepcionados pela linda vista do Big Ben, de cara já me apaixonei. Se for a Londres não tem como não fazer a visita e tirar lindas fotos pra eternizar esse momento incrível.

Big Ben

Não se prenda demais aos roteiros, você pode deixar de aproveitar surpresas encantadoras se você fizer somente o que estiver no roteiro. Por mais que você tenha pesquisado muito antes de ir e que tenha lido excelentes blogs sobre Londres, tenha sempre uma coisa em mente: é impossível conhecer TUDO sobre esta cidade. Minha dica nesse sentido é que, se for visitar o Big Ben, aproveite e ande pela região que por sinal é encantadora como quase tudo por lá. Você poderá descobrir novas ruas, parques, igrejas. Pegue um mapa desses de rua (tem vários espalhados pelo centro) e dê uma olhadinha. Vá além do combo Big Ben + London Eye + Westminster Abbey. 

A London Eye é uma roda gigante de 135 metros de altura situada na margem sul do rio Tâmisa, bem em frente ao Big Ben e o prédio do Parlamento Britânico.  Ficamos maravilhados com ela, eu não queria sair de lá. Não chegamos a andar nela, pois a fila estava imeeeensa e preferimos somente apreciá-la e conhecer os seus arredores que é tão lindo quanto. Caso queira também é possível fazer um passeio de barco pelas águas do rio, o que também atrai muito os turistas.

London Eye

É bacana curtir a cidade em diferentes momentos do dia. Manhã, tarde e noite apresentam Londres completamente diferentes.


Dia 2: Tower of London + Tower Bridge + Nothing Hill

Tower of London

Fundada às margens do rio Tâmisa, a Torre de Londres (Tower of London) foi construída inicialmente para ser fortificação e residência da monarquia, porém ao longo dos anos teve sua função alterada por diversas vezes. Antes de visitá-la, pesquise sobre a história do castelo, pois assim seu passeio fará mais sentido, ou se mandar bem no inglês, pode aproveitar e fazer um tour guiado.
Na nossa visita à torre não chegamos a entrar no castelo de fato, pois já era final do dia e já estávamos cansados. Mas pelo entorno das torres é possível tirar belas fotos, tendo como fundo o belo rio Tâmisa e a famosa Tower Bridge, a qual aliás iremos falar a seguir.



Tower Bridge

A Tower Bridge é uma ponte basculante sobre o rio Tâmisa, possui 244 m de comprimento e 2 torres. Se tornando um dos monumentos mais belos de Londres e um dos mais icônicos do mundo. Com toda certeza vale a visita!
Passamos a tarde inteira nos arredores da ponte, comemos um belo e tradicional cachorro quente londrino às margens do rio Tâmisa e tomamos um delicioso chocolate quente no Starbucks que fica ao lado dela. Londres contrasta o modernismo dos arranhas céus com a sua história, que é retratada pelos seus belos castelos e monumentos.


É uma das áreas mais charmosas de Londres, cheio de casinhas bonitas que ficou ainda mais conhecida após o sucesso do filme “Um lugar chamado Notting Hill”, estrelado por Julia Roberts e Hugh Grant. Chegamos lá bem cedinho, pegamos o metrô e descemos na estação Notting Hill Gate, que fica a cinco minutos da Portobello Road Market. A região fica um pouco afastada do centro de Londres, cerca de 30 minutos, nada muito longe.

Chegando a Portobello Road Market já notamos o grande número de pessoas. Ela é visitada por quem procura antiguidades, boa comida, boa música e claro as famosas lembrancinhas (haha). Tudo com o precinho não tão atrativo rs. A feira acontece aos sábados das 8 às 16 horas.


Portobello Market

Dia 3: Palácio de Buckingham + Piccadilly Circus + Abbey Road

O palácio é conhecido como residência oficial da rainha Elizabeth, ele tornou se residência oficial da monarquia britânica por volta de 1837.
Acordamos bem cedo para visitar o palácio, pois pesquisamos na internet o horário da troca de guardas e queríamos assistir (apesar da multidão ter me atrapalhado assistir), quem se deu bem foi Willian, que subiu no muro e me deixou do outro lado, tentando enxergar hahahaha. É tudo muito lindo e organizado. Tiramos várias fotos e claro, filmamos também.
 Piccadilly
Sem dúvida alguma eu simplesmente pirei nesse lugar, pois nos seus arredores localizam-se as maiores lojas de grifes do mundo, como por exemplo: Channel, Louis Vitton, Michael Kors, Sephora, Dior, Cartier, Karl Lagerfeld entre tantas outras que deixa qualquer mulher que tenha o mínimo de vaidade louca.
Sua fama é decorrente da presença de painéis publicitários gigantes no local, chamados de Piccadilly Lights e da estátua de Eros, um anjo construído totalmente de alumínio.
Cada passo que eu dava pirava com uma coisa nova, lá parece que você tá dentro de um sonho. Não tenha dúvidas que vale muito a pena a visita.

Passamos um bocado de tempo por lá, entrando e saindo daquelas lojas perfeitas!


Palácio de Buckingham


Por fim nosso último passeio não poderia ser diferente, visitamos “O lugar”. A famosa rua onde a foto antológica dos Beatles foi tirada para o álbum Abbey Road, onde fica também situado o estúdio de mesmo nome.

Centenas de pessoas visitam diariamente o local para tentar reproduzir a mesma foto. E claro que foi isso que nós fizemos.

Abbey Road


Números importantes por lá:
Código do país: 44
Código da cidade: 171 ou 181
Emergências: 999
Polícia: 999
Bombeiros: 999
Informações turísticas: 0870-588 7711
Aeroporto internacional: 0870-0000123

Espero que tenha conseguido retratar um pouco da minha experiência em terras britânicas e ter ajudado com as dicas! Volte sempre! ;)


Bjinhos,
Bebel Eugênio
Postar um comentário

INSTAGRAM

Arquivo do blog