quinta-feira, 1 de setembro de 2016

#Textos: O FILHO, por Willian Xavier




“Quando a noite esconde a luz, Deus acende as estrelas...”


Eu olho para o céu vez em quando, e peço meio acuado, a proteção, a vigia. É como um filho que anda longe, que desanda para o lado contrário dos conselhos do Pai. Sei que é preciso andar, correr, cair, me repor, mas hei que quando fecho os olhos e rezo, eu penso forte e me desculpo da ausência, do ceticismo ignorante e da temida falta de fé. Pois vejo que andei olhando as estrelas demais, e a Deus, pouco agradeci. Amém!




:)

Postar um comentário

INSTAGRAM

Arquivo do blog